Rangers - Centro de tropas de Operações Especiais - CTOE / CIOE

O Centro de Tropas de Operações Especiais (CTOE), (antigo Centro de Instrução de Operações Especiais (CIOE)), sediado na Cidade de Lamego, é uma unidade territorial do Exército Português destinada a formar tropas na área das Operações Não Convencionais.
O CTOE engloba como sua sub-unidade, a Força de Operações Especiais, composto por unidades de operações especiais especializadas em acções directas e indirectas.
Algumas dessas missões incluem Patrulhas de Reconhecimento de Longa Distância, raids contra alvos principais, localização de centros de comando e controlo de inimigos, destruição das defesas aéreas e radares inimigos, e resgate de prisioneiros. A unidade pode ser infiltrada por pára-quedas, helicóptero, pequenos barcos, ou a pé.

O CTOE, tem as suas raízes no Regimento de Infantaria 9, foi criado em 16 de Abril de 1960, para formar unidades em operações de contra-guerrilha, operações psicológicas, e montanhismo. Essas unidades de infantaria ligeira tinham o nome de Caçadores Especiais e foram as primeiras unidades no Exército Português a usar uma boina castanha e camuflado. Eram unidades de elite, altamente motivadas, os seus instructores tiveram cursos em operações de contra-insurgência e contra-guerrilha em França, Argélia, Estados Unidos, Reino Unido, e Espanha. Quando a Guerra Colonial começou, em 1961, estavam preparadas 4 Companhias de Caçadores Especiais em Angola.