Joseph Stalin and his Merry Band of Bolsheviks

Manifestações pacíficas x manifestações cidadãs
A todo e qualquer direito corresponde um dever, e se quisermos realmente mudar o país, e evoluirmos para um país de 1. mundo, precisamos, a par de exigir nossos direitos, também cumprir com os nossos deveres.
Todos tem o direito de se manifestar, desde que não violentem os direitos dos outros, como o direito de ir e vir, o direito ao descanso, e nem depredem o patrimônio público ou privado.
Em uma sociedade civilizada quando há conflitos entre direitos e deveres, o poder público tem a obrigação de intervir para dirimir estes conflitos, de outro modo estaríamos voltando à barbárie e fazendo justiça com as próprias mãos.
A primavera árabe ficou famosa pelas praças em que ocorreram as suas manifestações, como a praça Tahrir no Egito, Perla no Bahrein e Taksin na Turquia, entre outras.
Quando se convoca uma manifestação para a hora do rush em algum lugar que não uma praça ou um parque, mas em um ponto nevrálgico para o trânsito em uma das maiores megalópoles do planeta, há um objetivo escuso por trás, que é justamente violar o direito de outros, para forçar a intervenção do poder público, neste caso a polícia, para que haja o confronto, a depredação, e se possível vítimas.
A pergunta que fica no ar é a quem interessa o confronto?
O Facebook me proibiu de fazer novas amizades, se quiser me convidar... Também não posso enviar mensagens...